Entrando na Terceira Dimensão

Adobe Stock Colaborador

Estamos de olho nos artistas que estão abraçando o design 3D e como eles o estão usando, os designers por trás dos ativos 3D e o futuro dessas ferramentas.

Temos pensado nesses artistas que lidam com essa dimensão extra. Estamos com o 3D na cabeça por dois grandes motivos: novas ferramenta criativas estão abrindo a tecnologia 3D para qualquer um que queira experimentar; e mais e mais designers 2D e marcas estão se abrindo para o que o 3D pode fazer agora e no futuro não tão distante.

Mesmo que você não tenha percebido ao olhar, existem muitas chances de você já ter se deparado com designs 3D. Veja por exemplo as propagandas de carros: a maioria delas é criada hoje com ferramentas 3D que combinam modelos 3D com 2D e gráficos 3D para dar um visual realista a cenas que nunca de fato existiram no mundo real. A Ikea é outra marca que adotou o 3D cedo. A maior parte do seu catálogo é hoje gerada em computador e eles perceberam que o próximo passo é se tornar completamente virtual.

De acordo com Chantel Benson, gerente de produto da Adobe e veterana na indústria 3D, usar o 3D traz muitos benefícios. Além de salvar as indústrias automobilísticas de sessões de fotos e locações caras, o 3D abre possibilidades futuras. Veja a Ikea: “Eles se lançaram nessa tendência porque trabalhar com modelos 3D dá a eles a habilidade de usar conteúdo não apenas para marketing 2D estático, como websites – o mesmo tratamento dado às cadeiras, xícaras ou janelas pode também ser usado para experiências de compras imersivas.”

Migrando para o 3D 

Então, quem mais está se lançando no design 3D? Alguns daqueles que o adotaram de cara incluem designers gráficos trabalhando com branding, usando ferramentas 3D para visualizar a imagem de um logo ou design de embalagens de uma garrafa ou caixa. Os designers também estão abraçando essas ferramentas para criar infográficos, além dos artistas digitais que exploram o lado criativo do design 3D.

O designer gráfico Michael Dolan experimentou o design 3D pelo bem das artes, bem como pelo bem dos clientes. “É sempre divertido sair do trabalho e apenas criar. Eu vejo algo inspirador e digo “acho que vou criar isso também”, diz Michael. “Eu também uso o 3D para projetos comerciais. É muito útil para mockups de telefones e dispositivos em cima de uma mesa. Eu compro imagens e jogo os UIs dos apps. Você faz uma foto de uma mesa e joga um dispositivo em cima dela.”

O quão difícil é migrar para o design 3D se o seu histórico é com o 2D?  Perguntamos a Chantel, que trabalha com a equipe do Adobe Dimension, que cria ferramentas para designers que não são experts em 3D, mas querem criar cenas realísticas com 3D e 2D, fotos de produtos e arte abstrata. Ela nos contou que enquanto a transição pode ser intimidadora, as aptidões dos designers 2D se transferem muito bem e até dão a eles um gatilho inicial.

“Eu digo aos designers que eles já pensam em 3D, porque eles são muito antenados em como as imagens parecem ou como deveriam parecer! Eles intuitivamente sabem se a sombra ou iluminação não se encaixam perfeitamente ou se os valores de cor estão errados.” – diz Chantel. “ Os designer são experts em detectar erros em composições 2D porque todos enfrentam os mesmo desafios quando combinam múltiplas imagens chapadas. Como criar sombras para essas imagens? Como encontrar fotos que se encontram na mesma posição? Trabalhar em um aplicativo como o Dimension livra o designer desse desafio e deixa que ele foque em posicionamento, iluminação, luz e sombra, invés de dominar truques para fazer parecer que algo está em um determinado ângulo”.

Para onde o 3D irá em seguida?

Trabalhar com o Dimension dá a Chantel a oportunidade de rastrear como as pessoas estão usando as ferramentas 3D e ela tem ficado surpresa com o quão rápido o trabalho tem se desenvolvido. “Tem sido muito gratificante ver o conteúdo que vem sendo criado. Ao longo do último ano, enquanto a ferramenta Dimension veio se expandindo, a variedade e profundidade de imagens criadas com o app cresceu também” – ela diz.

Olhando para o futuro, Chantel imagina um grande crescimento no design 3D, incluindo experiências mais imersivas como o Pokémon Go e o Augment para Salesforce. “Já está começando com a realidade aumentada se tornando parte de como navegamos com nossos telefones ou interagimos com nosso IP favorito.”

 

Seja você também um contribuidor de ativos 3D para nosso banco de imagens Adobe Stock.

 


Adobe Stock Colaborador

Posted on 01-09-2018


Join the discussion