Sempre ouvi dizer que a fotografia “tem o poder de congelar o tempo” e também que “tem o poder de capturar a alma das pessoas”, acredito que as duas afirmações estão corretas, mas acredito que um retrato tem muito mais poder envolvido.

O retrato é um gênero da fotografia e da pintura que tinha por objetivo, em tempos mais antigos, retratar aqueles, seja o patriarca ou sua família, que tinham mais posses e também algumas personalidades da classe média, mas com o passar dos tempos o retrato vem evoluindo e hoje é usado de várias formas.

Um retrato, pode dizer muito sobre uma pessoa, através do olhar, da posição da cabeça ou ainda das cores utilizadas, uma ótima maneira de dizer quem essa pessoa é ou ainda a uma situação especifica a que pertence.

Sentimentos como alegria, tristeza ou melancolia são retratados com diversos intuitos dentro da fotografia e na fotografia moderna o retrato tem um lugar cativo para a demonstração de uma posição social, cargo ou a que tribo pertence o retratado.

O retrato é uma área da fotografia que vem tendo cada vez mais espaço e tem sido valorizada e consumida de forma, cada vez mais recorrente com a utilização de redes sociais e até mesmo dos perfis profissionais na internet.

Em sua maioria o retrato tem o quadro tomado pelo personagem e geralmente mostra a cabeça e parte do tórax, pois assim é possível ser percebido detalhes na feição, texturas e cores mais vivas. Porém hoje em dia é fácil encontrar fotógrafos que vendem sessões de retratos feitos de forma a mostrar mais da personalidade de uma pessoa mesmo que mostrando apenas partes do corpo com cortes e enquadramentos não muito convencionais.

Por fim, o retrato também pode mostrar parte do ambiente, mas sempre com a ideia de dar uma característica ao fotografado, seja uma pessoa mais urbana ou alguém ligado a natureza.

Seja em uma condição artística, ou totalmente comercial, o retrato é sempre uma forma muito interessante de fotografar.

Artigo por Rodrigo de Magalhães

 


Adobe Stock Colaborador

Posted on 07-20-2018


Join the discussion