Estilo em destaque: Greg Noire

CreativityPhotography

por Lex van den Berghe

Entre um show e outro, o fotógrafo de shows Greg Noire conversou conosco sobre seu estilo fotográfico único. Neste artigo, você saberá mais sobre as técnicas e inspirações do artista (e talvez até reconheça algumas pessoas)! Se você quiser experimentar o estilo dele no Lightroom CC pode baixar seus predefinições GRATUITAS aqui.

A energia vibrante e o ambiente colorido dos shows de música e os tons monocromáticos da fotografia em preto e branco podem se transformar em uma harmonia surpreendente. Em vez de focar nas cores vibrantes e vivas dos espetáculos, este fotógrafo usa preto e branco para destacar a conexão do espectador com o artista. É um novo jeito da fotografia na arte. Neste Estilo em destaque, exploramos essa relação única entre o objeto e o estilo nas fotografias de Greg Noire.

Fotografia de Cardi B, editada com a predefinição do Lightroom “Kunai” de Greg.

Na faculdade, Greg admirava os fotógrafos. Cercado de profissionais criativos e imerso no laboratório de fotografia, Greg criou seu lema. Constantemente, ele se perguntava “Se eles podem, por que eu não?” e não demorou muito para comprar sua primeira câmera. Com uma DSLR, ele fez inúmeros trabalhos esporádicos fotografando casamentos, festas e retratos. Mas foi só depois de fotografar uma banda chamada The Nice Guys que ele encontrou o equilíbrio certo entre empolgação e propósito, algo que o deixaria orgulhoso. “Foi uma das primeiras vezes que senti adrenalina com a câmera na mão. Depois disso, fiz todo o possível para poder viver de fotografia de shows.”

Fotografia de Isaiah Rasha e Sza, editada com a predefinição do Lightroom “Rusty Blade” de Greg.

Encontrando seu estilo

A afinidade de Greg com a fotografia em preto e branco manifestou-se em uma aula sobre Film Noir. Esse estilo o tocou de maneira especial, e ele começou a aplicar elementos do Film Noir em seus projetos pessoais. “Esses elementos giram em torno de baixa iluminação, granulação, sombras intensas e visuais melancólicos em preto e branco. Eu até mudei o nome da minha empresa para incorporar o termo (Greg Noir já existia, uma pena).”

Quando Greg entrou para o mundo da fotografia musical, foi inevitável que esse estilo o acompanhasse. Para ele, não tem a ver com não acertar as cores ou usar um visual monocromático como padrão, mas com a intuição. Greg revela que sabe se vai editar uma foto em preto e branco assim que aperta o botão e um editor de fotos profissionais ajuda muito. Esse estilo é reservado para fotos com as quais ele se identifica e que contam uma história. “As imagens que remetem ao film noir são os meus melhores trabalhos, porque sempre tenho um bom motivo para editar e tirar uma foto nesse estilo, é tudo proposital.“

Fotografia de WAFFLE Crew no Governors Ball Music Festival, editada com a predefinição do Lightroom “Shadow” de Greg.

Foco no estilo

Como Greg trabalha em shows, sua preparação é a de um grande evento. No dia de uma grande sessão, ele acorda cedo, anota seus objetivos para o dia e medita para deixar a mente limpa. Ao preparar o equipamento, ele verifica e formata os cartões SD, limpa as lentes, tira a poeira dos sensores, sincroniza as câmeras e confere se seus metadados e nomes no Lightroom estão corretos.

À noite, Greg considera o palco uma sessão de fotos entre ele e o artista, com uma trilha sonora espetacular, mas com enquadramentos e composições similares. O objetivo é fotografar toda a emoção do show. Porém, a própria natureza desses eventos representa um obstáculo. Por serem ao vivo, às vezes os artistas podem estar mais desanimados em certas noites e suas emoções podem não transparecer na apresentação. Quando isso acontece, é dever do fotógrafo criar uma atmosfera ou um momento especial, mesmo que não haja nada. Greg tem um jeitinho para resolver isso: tirar uma foto do artista piscando. “Pode parecer estranho, mas produzi fotografias incríveis de artistas com os olhos fechados. Eles parecem estar tão emocionados, como se precisassem fechar os olhos para expressar a alegria, o medo, a satisfação ou a tristeza naquele instante, mas, na verdade, só estavam piscando.”

Fotografia de Childish Gambino, editada com a predefinição do Lightroom “Katana” de Greg.

Estilo Lightroom

Depois de importar todas as fotos para o SSD, criar pastas e marcar todas as seleções possíveis no Adobe Bridge ou no Lightroom, Greg pode começar o processo de edição. “Gosto do Lightroom CC para editar minhas fotografias de shows porque ele é um programa avançado, mas simples e fácil de usar. Ele me poupa muito tempo.”

Perguntamos ao Greg se ele usa alguma predefinição, e sua resposta foi: “Sim! Eu criei algumas predefinições em preto e branco com nomes de clichês de animes e de filmes de artes marciais. Minha favorita é a “clean cut”. Essa predefinição é um preto e branco simples que uso como base para a maioria das minhas edições em preto e branco.” Ele até nos mostrou como se faz.

Sobre como ele implementou seu estilo nesta foto, Greg diz que “o contraste entre esta foto e a melancolia da predefinição Shinobi é uma escolha única, como se obrigasse você a prestar atenção nos detalhes”.

Precisa de ajuda para encontrar predefinições no Lightroom? Siga estas instruções:

Para o Lightroom CC (requer a versão 1.3 ou posterior):

  1. Baixe as predefinições aqui.
  2. Abra o Adobe Lightroom CC.
  3. Selecione Arquivo > Importar predefinições e perfis.
  4. Selecione o arquivo de predefinições baixado e clique em “Importar”.
  5. Abra a foto que deseja editar, clique na barra de ferramentas Editar no lado direito do Lightroom. Para encontrar a predefinição importada, selecione o botão “Predefinições”.

Para o Lightroom Classic CC (requer a versão 7.3 ou posterior):

  1. Baixe as predefinições aqui.
  2. Descompacte o arquivo compactado no seu computador.
  3. Vá para o módulo Revelação com uma imagem.
  4. Clique no ícone + no painel Predefinições e selecione “Importar predefinições”.
  5. Navegue até as predefinições baixadas na etapa 1.
  6. Clique em “Importar”.

Fotografia de Janelle Monáe, editada com a predefinição do Lightroom “Shinobi” de Greg.

O amor pela fotografia

Antes de Greg voltar para os emocionantes shows de hip-hop vibrante e de rock pesado, fizemos uma última pergunta: o que mantém sua paixão viva? Como a música ao vivo é energética e espontânea, nunca se sabe o que lhe aguarda. “Pode ser algo louco como pular do palco e surfar na plateia ou apenas uma apresentação tão tocante que faz o público e o artista chorarem. Tudo isso faz com que minha paixão por esse tipo de fotografia cresça a cada show.”

Fotografia de Goldlink, editada com a predefinição do Lightroom “Clean Cut” de Greg.

Comece a explorar seu estilo fotográfico com o Lightroom hoje mesmo. Edição de fotografia como você nunca viu!

 


Creativity, Photography

Posted on 01-29-2019


Join the discussion