Seis dicas de profissionais em arte vetorial para bancos de imagens

Adobe Stock Colaborador

Por: Equipe do Adobe Stock

O mercado de banco de imagens é inspirador e lucrativo, porém competitivo. Para ser bem-sucedido, você precisa de estratégia, foco e comprometimento. Quatro colaboradores de arte vetorial e ilustrações do Adobe Stock compartilham seus caminhos para o sucesso e suas dicas para criar um portfólio de bancos de imagens que vendem muito.

 

  • Desenvolva um estilo próprio

Ter um estilo próprio ajuda a destacar o seu conteúdo nos resultados de busca. Em vez de imitar o que já existe, o designer e colaborador do Stock Mike McDonald incentiva o desenvolvimento de um estilo próprio por meio de tentativa e erro. “Para criar algo interessante para os clientes, é preciso experimentar, testar coisas novas que podem ou não ter sucesso e, depois, moldar sua estratégia com base no que funcionou para você”, revela.

A ilustradora Natalia Hubbert trabalha com dois estilos próprios: um estilo cartoon com traçados pretos e um estilo suave e pitoresco com aquarelas. “Cada estilo tem seu público-alvo e me traz compradores e novos clientes no mundo todo”, conta. Natalia fez bastante sucesso com temas que ela considera “essenciais no mundo moderno, como família, comida, natureza, estações, tecnologia e moda”.

Fonte da imagem: Natalia Hubbert/Adobe Stock

 

  • Tire proveito da sazonalidade e das tendências

As empresas e marcas criam suas campanhas sazonais e de datas comemorativas durante vários meses, portanto faça upload de conteúdo com uma antecedência de pelo menos 3 ou 4 meses. Além das campanhas sazonais e celebratórias que acontecem anualmente, fique de olho nas tendências em ascensão.

“Eu amo coisas fofas, então sempre dou uma olhada em lojas online ou físicas de presentes, papelaria, brinquedos e decoração”, diz a colaboradora, que mora na Califórnia, do JungleOutThere. “Fazer isso me ajuda a reconhecer uma tendência, como unicórnios e suculentas, que estão em toda parte. Quando você segue uma tendência, é mais provável seu conteúdo se vender.”

Assim que percebeu que as lhamas estavam ficando populares, ela criou um pacote de festas de final de ano com lhamas e o enviou ao Adobe Stock durante o inverno, mais ou menos 4 meses antes das festas de final de ano. A estratégia deu certo.

Fonte da imagem: JungleOutThere / Adobe Stock

 

  • Crie arte que os compradores possam personalizar

Os compradores querem conteúdo fácil de ser editado e personalizado. Envios de arte vetorial devem ter um fundo simples ou uma camada que possa ser escondida ou excluída. Os elementos devem ser cuidadosamente agrupados para que possam ser isolados, movidos ou redimensionados. Elementos que parecem linhas devem ser traçados e não formas preenchidas, para que o cliente possa alterar a espessura da linha. As formas devem ser desenhadas de forma limpa (verifique na exibição Contorno para partes e porções soltas) usando cores em uma paleta de cores criada por você.

O espaço para o texto também é importante, já que muitos compradores de imagens precisam adicionar texto ao design final e, agora, o Adobe Stock oferece um filtro para isolar imagens com espaço para adicionar texto.

Fonte da imagem: Natalia Hubbert/Adobe Stock

 

  • Crie pacotes e séries

Agrupar suas criações em pacotes e oferecer variações ajuda a impulsionar as vendas. O pacote de etiquetas do Mike foi vendido mais de 1.800 vezes no Adobe Stock, e ele atribui sua popularidade à variedade e flexibilidade oferecidas aos compradores.

Fonte da imagem: Mike McDonald/Adobe Stock

 

Natalia sugere criar conteúdo em séries, pois isso aumenta as chances dos compradores gostarem do seu trabalho. “As séries podem ser signos, café da manhã ou outras refeições, conjuntos de temperos ou uma coleção de sapatos”, diz. “Se um comprador gostar e comprar uma peça da coleção, há grandes chances    dele voltar para licenciar as outras imagens.”

Fonte da imagem: bearsky23/Adobe Stock

 

  • Atribua palavras-chave precisas

Um conteúdo incrível é apenas parte da equação. “Garanta que suas palavras-chave estão de acordo, é assim que as pessoas encontrarão suas imagens”, afirma a designer e artista vetorial Anne Bracker, conhecida como bearsky23 no Adobe Stock.

As palavras-chave devem ser ordenadas por relevância. Você pode ter 50 palavras-chave por envio, mas isso não significa que você deva preencher tudo isso. É mais importante ser preciso e relevante. O portal do colaborador do Adobe Stock gera as palavras-chave automaticamente, então você só precisa verificar se elas estão na ordem correta.

Fonte da imagem: Mike McDonald/Adobe Stock

 

  • Faça upload consistentemente

Como em qualquer empreitada criativa, paciência e consistência são o principal para alcançar o sucesso nos bancos de imagens. Mike recomenda que os novos colaboradores façam upload consistentemente e não se sintam desencorajados por um número baixo de vendas no começo. “Criar um portfólio com demanda alta leva algum tempo. Esses primeiros envios não vão gerar muita coisa, mas vão servir para você entender o que vai vender bem.”

Anne sugere definir uma meta pessoal de criação. A meta dela é criar um envio por dia. Se ela tem uma semana mais cheia que o normal, ela tira o atraso no final de semana ou na semana seguinte. Desde que se comprometeu a enviar conteúdo regularmente, suas vendas cresceram exponencialmente.


Adobe Stock Colaborador

Posted on 02-22-2019


Join the discussion