Se o mundo não é como o quer ver, Mude-o! | Mulheres InVisíveis

Adobe Stock Colaborador

Por: Mariana Cabral

Quando se trata de mulheres, a publicidade no Brasil e América Latina em geral, tem dois grandes problemas:

  • 65% das mulheres reclamam que a publicidade não as representa.
  • Somente 10% dos criativos nas agências de publicidade, são mulheres.

Vivemos à sombra de estereótipos, de clichés adaptados ao olhar de sociedades machistas, arcaicas, limitadas; com etiquetas construidas sob paradigmas que se replicam uma e otra vez, provocando danos -às vezes irreparáveis-, especialmente aos mais vulneráveis.

A mídia e a publicidade se transformam no espelho do que é, mas não necessariamente o que deve ser, criando tendências, repetindo padrões, nos encerrando em ciclos viciosos que quase parecem não ter fim.

¿Cómo quebrá-los? ¿Cómo aportar uma visão diferente, corretiva, refrescante, disruptiva, incluente?

Mudamos o discurso, a realidade de nossos olhares. Mulheres Invisíveis é a primeira galeria de microstock criada para mostrar o rostro verdadeiro da mulher brasileira, um micro universo que retrata, nos seus traços, muito próprios, a generalidade de nossa América Latina. Nesta coleção encontramos as caras que vemos realmente nas ruas: mulheres naturais, negras, números extra, maduras, com capacidades diferentes, lesbianas y trans, retratadas livres de estereótipos. O projeto foi criado em parceria com Adobe Stock, Cactus, Contente, Content House e Grupo ABC.

O objetivo: levar à cena às mulheres menos retratadas na publicidad, dar voz para elas, uma visibilidade certa, longe dos preconceitos de uma sociedada dura e excludente: mulheres maduras se divertindo, trabalhando, para além do papel de vovó. Mulheres con capacidades diferentes fora do conceito vulnerabilizador e infantilizador. Mulheres com preferências sexuais ou identificação de gênero fora de estereótipos binários em atividades cotidianas e relações amorosas, longe da sexualização evidente.

As fotos foram tratadas com muito pouca edição e aplicação de filtros, valorizando a textura natural da pele das modelos -procedentes de favelas- e a luz natural; incrívelmente trabalhada por Helen Salomão, fotógrafa procedente do nordeste do Brasil, focada no retrato de gente de cor. As mujeres se apreciam confiadas, em posturas seguras de si mesmas, sorridentes; desafiando à cámara, mostrando que estão confortáveis com seus corpos, com quem elas são.

O mundo não é justo, não é igual para todos, não respeita, não tem equilibrio nem inclusão e o sabemos. É um mundo complexo, é um mundo duro, é um mundo violento, mais ainda para uns e outras.
Este mundo se garante a través da mídia, esse Quarto Poder que reflete e recria, que constrói e normatiza… e que poderia, se quissesse, mudar as regras do jogo.

Adobe é uma firma comprometida com a diversidade e em Adobe Stock damos mais um passo nessa direção e não só retratamos a realidade, mas te convidamos a transformá-la, gerando os recursos que oferecemos a desenhadores, criativos, agências e mídia de aoredor do mundo para recriar esse mundo incluente e respeitoso que queremos viver.

Um olhar tal vez não seja suficiente. Mas muitos olhares retratando um mundo melhor, poderão fazer a mudança que queremos ver; um mundo de todos, para todos.

Entre na coleção Mulheres InVisíveis. Torne-se um Colaborador para contribuir com sua visão!


Adobe Stock Colaborador

Posted on 03-08-2019


Join the discussion