Conheça Brianna Wettlaufer, a nova chefe de conteúdo do Adobe Stock

Adobe Stock Colaborador
Claude Alexandre

Brianna Wettlaufer é uma fotógrafa autodidata, pioneira no setor de banco de imagens e a nova chefe de conteúdo do Adobe Stock. Conversamos com ela sobre seu curioso hobby de infância de colecionar recortes de revistas, como foi começar sua própria agência de banco de imagens e por que ela acha que esse setor está desconstruindo seus próprios estereótipos e inspirando a comunidade criativa como nunca.

(Créditos da foto: Nicklaus Walter)

Brianna Wettlaufer é uma fotógrafa autodidata, pioneira no setor de banco de imagens e a nova chefe de conteúdo do Adobe Stock. Conversamos com ela sobre seu curioso hobby de infância de colecionar recortes de revistas, como foi começar sua própria agência de banco de imagens e porque ela acha que esse setor está desconstruindo seus próprios estereótipos e inspirando a comunidade criativa como nunca.

Bem-vinda à Adobe, Brianna! Conte um pouco sobre como você descobriu sua paixão por fotografia e entrou para o mundo dos bancos de imagens.

Quando criança, eu era obcecada por fotografia e tendências visuais, em uma época em que só havia revistas. Já na adolescência, comecei a tentar analisar o que tornava uma foto única e cativante. Como uma imagem era capaz de dizer tanto com tão pouco? Para decifrar esse código, passei a guardar tudo em caixas: todo mês eu pegava minhas revistas e recortava as melhores fotos. Depois, eu as classificava por estilo, tema e cor.

Meu amor por design floresceu no ensino médio. No final dos anos de 1990, com acesso a coleções de banco de imagens online, descobri uma nova biblioteca ao meu alcance, onde mergulhei mais fundo no que estava acontecendo no mundo do design. Comecei a passar meu tempo em sites de banco de imagens memorizando coleções.

Trabalhando como diretora criativa, tomei coragem para começar a tirar fotos profissionalmente, e não consegui mais parar. Isso me levou a trabalhar na iStock, onde mais tarde liderei a equipe de conteúdo e, com o CEO, demos início a uma nova era de criadores e um novo capítulo no setor de banco de imagens. Tem sido uma jornada incrível ver o setor continuar evoluindo, e me sinto muito grata por fazer parte disso.

Fonte: (esquerda) Guilio Rossi / Adobe Stock, (direita) TYRONE SIU / REUTERS / Adobe Stock

Como foi criar a Stocksy United do zero?

Depois que a iStock foi vendida, continuei em contato com artistas da comunidade. Eles viviam reclamando que não tinham apoio, nem voz. Não tinham mais inspiração e se sentiam sem direção.

O objetivo da Stocksy era corrigir isso e colocar o poder de volta nas mãos dos artistas. Pensamos: “como criar um lugar em que os artistas se sintam representados?”

Naquela época, o setor de banco de imagens estava bem estagnado. O Pinterest e o Instagram estavam capturando momentos reais, mas isso ainda não tinha reflexo nas coleções de banco de imagens. Então essa era outra parte da nossa missão: deixar nosso conteúdo antigo para trás e avançar com uma nova estética que estimulasse todo mundo, inclusive os clientes.

A comunidade de banco de imagens começou a fotografar pessoas reais com as quais todos podiam se identificar e a desconstruir alguns estereótipos e clichês. Estávamos mostrando as pessoas de maneiras que não eram representadas em materiais de marketing, com tipos físicos, cores e tamanhos diferentes, além de criar um espaço em que o conteúdo as fazia se sentir bem.

Fonte: (esquerda) Jonpaul Douglass / Adobe Stock, (direita) Anna Higgie / Adobe Stock

Por que você decidiu entrar para o Adobe Stock?

A Adobe faz parte da minha vida desde meus 16 anos, quando aprendi a usar o Photoshop sozinha e comecei uma carreira para a vida toda na área de tecnologia. A Adobe sempre esteve presente como líder do setor de criação, representando os valores e a ética dos artistas e trazendo inspiração e inovação para a comunidade criativa.

Quando a Adobe entrou para o setor de banco de imagens, a oportunidade pareceu perfeita. Hoje, quero continuar contribuindo para a comunidade e criar um lugar inspirador onde as pessoas possam trabalhar juntas. Meu objetivo é garantir que continuemos evoluindo, crescendo, surpreendendo, saindo da zona de conforto e subvertendo expectativas no Adobe Stock.

Fonte (esquerda) Hilde Atalanta/ Adobe Stock, Elise Mesner / Adobe Stock

Quais são os seus princípios de liderança?

É essencial que quem esteja criando o produto tenha em mente o uso e a finalidade dele do ponto de vista tanto do artista como do cliente. Independentemente do departamento em que você trabalha, de seu nível de experiência ou de suas habilidades, todos trazem pontos de vista importantes.

Geralmente, equipes contentes são fruto de poder e confiança. Quando conseguimos explicar ideias complexas por meio de soluções simples com as quais todos concordam e colocar os artistas, a comunidade e a integridade em sintonia com a empresa, podemos nos sentir orgulhosos e ficar tranquilos.

Fonte: Leslie Kershaw / Adobe Stock

O que você espera do Adobe Stock? Qual rumo o setor está tomando?

Bancos de imagens não são um tabu e estão presentes em quase todos os aspectos do nosso dia a dia. Sabemos que existe, e todos nós usamos. Estamos em um período de crescimento interessante em que bancos de imagens estão desconstruindo seus próprios estereótipos e se tornando parte vital da cultura visual de hoje.

Minha esperança é que, com o Adobe Stock, continuemos corrigindo essas visões equivocadas para criar um ambiente em que todas as pessoas, de diferentes estilos, gostos e níveis de experiência, possam se sentir estimuladas e incluídas.

Quais tendências no setor de banco de imagens chamam mais sua atenção no momento? Por quê?

Graças aos modelos, ficou muito fácil criar fotos, vídeos e até mesmo sites. A busca por uma voz e uma identidade em nossos designs e mídias está nos incentivando a expandir nossas habilidades para continuar nossa narrativa. E a Adobe ainda está desenvolvendo novas ferramentas e aplicativos para expandir esse horizonte e superar ainda mais obstáculos. No momento, como uma iniciante em vídeos, estou bem interessada nas ferramentas que tornam a criação de vídeos algo menos intimidante. Dê uma olhada no Premiere Rush e nos modelos de animações da Adobe, experimente comigo e conte para nós como foi!

Fonte: Blend Images / Adobe Stock

Como fotógrafa, qual conselho você daria para os colaboradores do Adobe Stock?

Se o seu trabalho como criador começar a ficar estagnado, não veja apenas outras imagens. Dê uma olhada no mundo da arte, visite museus, preste atenção na política. Veja as tendências de design para pensar nas suas paletas de cores. Os temas certeiros, como família, negócios e saúde, são sempre os mesmos, mas a maneira como você os aborda pode evoluir e revelar perspectivas completamente diferentes.

Para criar um portfólio de sucesso, você precisa mantê-lo consistente e tratá-lo com profissionalismo. Desenvolva sua marca e sua rede online e deixe bem claro o diferencial do seu produto para o mercado.

Fonte: Dale Crosby-Close / Adobe Stock

 Veja mais ativos inspiradores no Adobe Stock. Quer vender suas fotos, vídeos e muito mais? Inscreva-se para se tornar um colaborador do Adobe Stock hoje mesmo. É gratuito!

 

Artigos Recomendados:

2019 à vista: a previsão de tendências visuais do Adobe Stock

História e memória: a criatividade moderna abraça suas raízes clássicas


Adobe Stock Colaborador

Posted on 04-24-2019


Join the discussion