Tendências criativas do Adobe Stock em 2020: Subverta as expectativas

Adobe Stock Colaborador
Autor: Brenda Milis

Todo ano, a equipe do Adobe Stock se debruça sobre dados e indícios de usuários da Adobe, formadores de opinião, resultados de pesquisa, relatórios de estudos, notícias globais, novas tendências de belas-artes e desfiles de moda para oferecer perspectivas sobre os rumos que a criatividade tomará no próximo ano. Este ano, queremos ir ainda mais longe: para 2020, estamos animados em revelar não somente quatro tendências visuais, mas também tendências de vídeo e de design.

Como parte da família Adobe, sabemos que a criatividade abrange muitas perspectivas, mídias e habilidades. Por isso, estamos muito ansiosos para nos aventurar com você nas tendências deste ano, expandindo da fotografia, ilustração e vetorização para os mundos da animação, cinematografia e design gráfico, além do mundo das renderizações 3D e experiências imersivas.

Na medida em que a cultura se torna um espaço globalizado, em boa parte graças à linguagem acessível da cultura da Internet, a fluência visual das pessoas fica cada vez mais sofisticada. Conjuntos de habilidades criativas estão acompanhando a prontidão de aplicativos que nos ajudam a transformar nossas ideias em realidade fluentemente.

Os consumidores exigem que marcas acompanhem um mundo cada vez maior de mudanças estéticas. Além de tendências, existe uma necessidade crescente de se engajar em grandes movimentos culturais, econômicos e sociais entre diversos setores. Nenhuma tendência existe isolada. Toda tendência está conectada a diferentes referências e microculturas, todas promovidas online.

Apresentamos estas tendências para ajudar você a se manter à frente das novidades, planejar sua próxima campanha ou inspirar seu próximo grande projeto. Veja nossas quatro principais tendências visuais para 2020.

As tendências visuais de 2020

Para todas as idades

Marc Bordons/Stocksy United/Adobe Stock

Continuar relevante em qualquer idade é o novo padrão. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o número de pessoas acima de 60 anos em 2020 será maior que o de crianças menores de 5 anos. Graças aos avanços na saúde e a um mundo mais conectado voltado para as mesmas fontes de inspiração, os públicos mais velhos são, além de ativos, figuras sociais relevantes e inspiradoras, provando que a idade não passa de um número.

Às vezes, o setor de banco de imagens tem muito o que aprender quando se trata de apresentar imagens que capacitem as pessoas em um nível pessoal (em vez de apenas preencher uma lista de “diversidade”). Até recentemente, públicos mais velhos eram retratados como quem “precisa de ajuda” ou está “desacelerando”, mas isso é coisa do passado. Quanto mais velhos, experientes e financeiramente estáveis nos tornamos, mais exploramos e experimentamos o mundo de maneiras inspiradoras. 

Essa expansão do foco no público jovem (18 a 35) para públicos maiores é um sinal positivo em todos os principais setores, de finanças e bancos a viagem, saúde e esportes. Esses setores em expansão começaram a perceber a importância de representar públicos mais velhos como figuras relevantes, cheios de pessoas únicas, ativas e alto-astrais. 

As novas imagens sobre idade visam construir narrativas visuais sobre como o estilo de vida dessas pessoas continua vital. Estamos ansiosos para ver setores que nem sempre se voltam para uma faixa etária mais ampla, como moda, beleza e bem-estar, começarem a reconhecer a vitalidade de experiências e públicos diversos nessas idades.

Expresse-se

TONL/Adobe Stock

Sarah Alice Rabbit/Adobe Stock

Graças às redes sociais, as pessoas são hoje muito mais públicas e abertas na hora de expressar seus sentimentos. A necessidade humana de compartilhar tudo o que sente com sinceridade é a nova tendência.

No mercado, vimos que os consumidores estão ansiosos para se verem representados com autenticidade. Isso não muda neste novo ano. Esse desejo continua sendo uma tendência que observamos nos últimos anos, sem sinal de desaceleração. Pelo contrário, a demanda por imagens que representem todas as diferentes facetas da humanidade e as realidades da vida moderna ficou ainda mais forte, e discussões gerais sobre o significado de diversidade e inclusão ganharam uma nova camada de complexidade.

Em Expresse-se, nosso foco se volta para a maneira como pessoas de todo o mundo compartilham suas experiências de vida mais simples e sinceras online e em público, exigindo o mesmo de marcas, políticos e outras figuras públicas. Essa tendência é a nossa maneira de descrever o novo formato visual predominante de “inclusão”.

Maquiagem não é máscara

Thais Ramos Varela/Stocksy United/Adobe Stock

Historicamente, cosméticos têm sido aplicados como uma “máscara” na tentativa de alcançar um ideal limitado de beleza. Hoje em dia, as pessoas não estão mais interessadas nisso. Em vez disso, o cuidado contemporâneo com a beleza se concentra em celebrar a aparência e o estilo únicos da pessoa, e cores são usadas de maneiras expressivas, artísticas e inclusivas.

Culturalmente, estamos vendo surgir uma nova compreensão do que significa ser humano e estabelecer conexões, não só com os outros, mas também consigo mesmo. Mais do que nunca, a geração atual de consumidores demonstra interesse em reconhecer sentimentos autênticos e celebrar histórias pessoais únicas.

Em beleza, isso se estende a cosméticos agora oferecidos em uma enorme variedade de tons, com grandes marcas como Glossier, Sephora e Fenty Beauty promovendo todas as idades, tipos de pele, tons de pele, sobrancelhas naturais e muito mais. Mas além de tons de pele, estamos vendo cores sendo aplicadas de novas maneiras. Os ousados maquiadores de hoje não aceitam regras sobre qual cor vai aonde: olhos, lábios, sobrancelhas, corpo. Vale tudo.

Uma das maneiras pelas quais temos visto as pessoas celebrando a autenticidade é por meio de reinterpretações expressivas daquilo que pode ser considerado “beleza”. O uso de maquiagem como uma ferramenta de autodescoberta e experimentação artística é uma faceta disso. Uma olhada no Instagram deixa claro que o uso da maquiagem hoje em dia não é uma maneira de “esconder falhas”, mas sim de se destacar.

Em Maquiagem não é máscara, mergulhamos de cabeça nessa tendência para descobrir como o estilo pessoal de hoje está desconstruindo todas as regras estabelecidas de beleza em busca de uma autoexpressão autêntica.

De mim para nós

Adam Perez/Adobe Stock

A tendência de pessoas se unindo para apoiar pequenas e grandes causas está aumentando. O pessoal agora é extremamente importante, e consumidores de todas as idades estão exercendo sua crescente influência. Embora isso seja muitas vezes retratado pela mídia como um fenômeno restrito às gerações Y e Z, essa tendência na verdade não tem limite de idade.

No mercado, as evidências dessa tendência estão por toda parte. A poderosa marca Procter & Gamble (P&G) recentemente lançou uma nova parceria exclusiva com a National Geographic chamada ACTIVATE. O projeto é uma série de documentários de seis partes focada no trabalho de ativistas sociais e ambientais em todo o mundo. A P&G descreve a série como “um destaque de histórias sobre responsabilidade social das marcas” no mundo.

Dando continuidade à tendência de valorizar experiências acima de objetos, um estudo da Harris de 2018 com jovens americanos da geração Y revelou que 78% deles prefere gastar dinheiro em uma “experiência ou evento desejável do que em um objeto desejável”.

Quando se trata de imagens, as marcas estão percebendo que imagens que representam uma ideia forte de comunidade e escolhas de estilo de vida significativas repercutem melhor, criando assim uma conexão imediata entre empresas e clientes conscientes.

Leia também: Adobe Stock apresenta a coleção da VSCO

Prévia: as tendências de design de 2020

O ano de 2020 marca nosso primeiro ano de lançamento de tendências voltadas especificamente para o mundo do design. Em parceria com o Behance e a Adobe Creative Cloud Marketing, resumimos informações de milhões de pontos de dados para trazer a você as tendências de design mais relevantes. Mergulharemos ainda mais fundo nas nossas tendências de design e de vídeo ainda este ano, mas veja uma prévia especial do que está por vir.

Humanismo artesanal

Lera/Adobe Stock

Artistas buscando um toque natural confeccionaram um estilo que permite se expressar com facilidade, notável por sua simplicidade e tom artesanal. Esperamos ver elementos artísticos influenciados por artesanato caseiro para trazer um novo toque pessoal ao mundo digital.

Art Déco atualizada

Wacomka/Adobe Stock

Elementos visuais nostálgicos e chamativos que lembram a era da ousada Art Déco têm surgido novamente. Em resposta à difusão do design elegante, plano e minimalista, estilos vintage estão sendo retrabalhados para incorporar detalhes futuristas sem perder seu apelo decorativo. Padrões geométricos, elementos metálicos e tipografia fina trazem elegância e destaque às marcas.

Semissurreal

Musicman80/Adobe Stock

Katia/Adobe Stock

Imagens com elementos fantásticos trazem uma nova perspectiva vibrante para todas as mídias. Em 2020, teremos muitos artistas usando ferramentas e técnicas novas para criar o impossível e mudar a forma como vemos o mundo. Esses visuais despertam a curiosidade de todos os públicos.

Gótico moderno

Ae/Adobe Stock

Artistas estão criando dicotomias ousadas entre elementos analógicos e digitais conforme experimentam com o escuro e o dramático. Materiais futuristas, iluminação sombria, influências industriais e tipografia chamativa fazem dessa abordagem visual ousada algo antigo e visionário ao mesmo tempo.

Prévia: as tendências de vídeo de 2020

Documentário ambiental

Nicolasme/Adobe Stock

Discussões sobre o clima baseadas em ciência e propostas políticas reais serão parte proeminente das narrativas de muitos setores em 2020. Marcas e programas usarão um estilo de filmagem documental para retratar os desafios e possíveis futuros para o mundo devido à mudança climática.

Resposta ao movimento

Oles_photo/Adobe Stock

Agora, as pessoas querem encontrar vídeos com gráficos interativos interessantes nas redes sociais. Esse novo padrão impulsiona o desenvolvimento crescente de gráficos que respondam ao movimento, atraindo olhares e aumentando o envolvimento.

Abstrato líquido

Lightleak Films/Adobe Stock

Formas abstratas líquidas são naturais e orgânicas, resultando em formas que fluem livremente em poderosas curvas. Esse estilo contrasta com o design geométrico e funcional predominante, criando composições dinâmicas e fluidas.

Brilho de néon

Synthex/Adobe Stock

Elementos de néon em movimento criam uma energia dinâmica. O que começou no cinema agora emana para fora das telonas. Hoje, espectadores veem esses elementos em séries da Netflix, clipes de música, jogos e vídeos de redes sociais. O néon em ativos cinematográficos traz um choque de brilho e energia, criando uma sensação retrô ao mesmo tempo visionária, divertida e elétrica.  

Fique ligado em nossa cobertura detalhada das tendências criativas. Mergulharemos ainda mais fundo em tendências de design e de vídeo, explorando detalhadamente cada uma delas ao longo do ano. Continue acompanhando o blog do Adobe Stock para acompanhar as novidades.

Faça parte da nossa família de fotógrafos!

Leia também: A arte da natureza-morta

 


Adobe Stock Colaborador

Posted on 01-08-2020


Join the discussion