Veículos de Brinquedos em 3D: De Modelos Estáticos à Animação

Adobe Stock Colaborador
Dimension render by Vladimir Petkovic.

À medida que o mundo do 3D e AR evoluíram na Adobe, o mesmo aconteceu com o conteúdo 3D. Desde o início do Project Felix até o cenário atual do Dimension, Aero, Substance, Mixamo e a coleção 3D da Adobe Stock (em mais de 10 mil modelos PBR), estamos sempre trabalhando de forma consistente entre equipes para criar a melhor experiência para artistas e criativos.

Um dos componentes mais críticos de qualquer iniciativa de conteúdo personalizado é ter certeza de que os usuários têm o que eles precisam no aplicativo enquanto os recursos estão evoluindo. Nesse espírito, queríamos dar a você, os contadores de histórias criativos que trabalham no Dimension e Aero, uma visão do trabalho que é necessário para criar uma experiência personalizada e unificada.

Este artigo é uma história de conteúdo – uma história sobre modelos e animação 3D. Também é uma oportunidade para artistas e designers experimentarem uma nova coleção, 21 ativos gratuitos, estáticos e animados, nesses aplicativos.

A coleção com modelos gratuitos de veículos de brinquedos criados para o Dimension no Adobe Stock.

Uma visão dos ativos de veículos de brinquedo gratuitos, animados, nos ativos iniciais do Aero.

A estratégia de conteúdo inicial

Nos últimos dois anos, as equipes de design, conteúdo e pesquisa de usuários se reuniram várias vezes para investigar o que os usuários da Creative Cloud estão interessados ​​em explorar em 3D e AR. Com esse aprendizado, a pesquisa identificou uma necessidade que não era atendida ao usuário – a capacidade de acessar conteúdo animado para uso em experiências de realidade aumentada (RA) (especialmente aqueles que eram novos no 3D). Nas palavras de Stefanie Hutka, Pesquisadora Sênior de Experiência na Adobe, “descobrimos que os criativos de uma ampla variedade de conhecimento – tal como 2D, 3D e Motion Graphics – esperavam encontrar ativos animados em uma experiência AR. Também aprendemos que a maioria dos criativos, muitos dos quais eram novos em 3D, estavam interessados ​​em usar ativos de base 3D. ”Essas informações orientaram a equipe para a próxima pergunta. Se criarmos uma coleção personalizada de modelos 3D para artistas que trabalham com 3D e AR, levando em consideração diferentes expectativas dos usuários, quais seriam?

Fase 1: A experiência

O primeiro passo para qualquer estratégia de conteúdo é entender o uso final. Para o Dimension, nosso objetivo é oferecer aos artistas a capacidade de criar cenas 3D impactantes e exuberantes a partir de um aplicativo de desktop. Para o Aero, o conteúdo pode, às vezes, exigir uma funcionalidade adicional (como animação) para permitir mais versatilidade em um dispositivo móvel em um ambiente em tempo real.

Enquanto a equipe Aero trabalhava para desenvolver a animação do trajeto no aplicativo (a capacidade de puxar um ativo por um caminho gerado pelo usuário), a equipe de conteúdo começou a traçar estratégias de que tipo de conteúdo daria aos artistas a melhor experiência no geral.

Um exemplo de animação do trajeto no Aero.

Os objetivos desta visão de conteúdo incluíam:

  1. Aproveitar um design sofisticado durante a criação de ativos que diferenciaria o conteúdo dos usuários de 3D e AR.
  2. Focar em ativos que funcionariam bem em uma render no Dimension e em uma experiência imersiva no Aero.
  3. Desenvolver uma coleção personalizada que possa ter a maior versatilidade se for puxada em um trajeto animado.

Leia também: Tendências criativas do Adobe Stock em 2020: Subverta as expectativas

Fase 2: O conteúdo

Com esses objetivos em mente, o conceito inicial chegou rapidamente à equipe – meios de transporte. É natural que os usuários que movem objetos ao longo de um caminho em uma experiência em tempo real estejam interessados ​​em aviões, trens e automóveis. Esses objetos rolam, voam e flutuam ao nosso redor diariamente e abrem novas áreas do mundo através de viagens e explorações.

O próximo passo foi encontrar referência e material de base que pudesse ajudar a orientar o desenvolvimento do conteúdo. Para inspiração, começamos com os meios de transporte antigos de fontes de domínio público, como a Biblioteca do Congresso, a Met Collection e outros. Ao usar esses arquivos históricos como um recurso, ficou fácil imaginar os tipos de ativos que poderiam ser desenvolvidos e a maneira como a coleção de conteúdo poderia se conectar como um todo.

Um trem que se move pelo campo, da Biblioteca do Congresso, reprodução nº LC-USZ62-72119 . 

O trem expresso de Charles Parsons (1859) da Met Collection, Accession #63.550.62.

A história do desenvolvimento não termina aqui. Para tornar esses ativos realmente únicos, a equipe de Conteúdo trabalhou em uma estratégia visual para impulsionar ainda mais essa coleção personalizada. Usando conceitos como nostalgia, história pessoal, infância e #tbt (Throwback Thursday), nos concentramos em transformar o visual de meio de transporte antigos para antigos meios de transporte de brinquedo. Aproveitar materiais como madeira, juntamente com aço brilhante e cobre arranhado, ajudaram a solidificar a estética – sugerindo brinquedos artesanais e a história industrial do transporte. Com esses componentes, os ativos ganharam vida própria, tornando-se lindos e únicos para os artistas usarem durante a criação de arte 3D.

Um modelo 3D de um trem de brinquedo da Coleção de Veículos de Brinquedos no Adobe Stock.

Fase 3: Animação

Depois de concluir a coleção de modelos 3D para o Dimension e Adobe Stock, decidimos que, para o Aero, poderíamos melhorar a experiência do usuário por meio de funcionalidades adicionais. O que seria mais atraente e divertido do que adicionar pequenos recursos animados a cada ativo para ajudar a tornar a experiência de design no aplicativo mais bem-sucedida?

Tornou-se crítico nesse momento decidir como cada ativo deve ser alterado. O carro deveria balançar para frente e para trás, simulando movimentos em uma estrada rochosa ou apenas os pneus girarem? As velas nos barcos deveriam ondular como se estivessem com um vento forte ou o usuário deveria ver apenas movimentos leves para implicar uma brisa? Todos os modelos foram avaliados numa base de ativo por ativo, mas também a coleção deve deixar os movimentos naturais para o recurso de animação de trajeto. E também é muito importante ter a certeza que as melhorias na animação não prejudiquem experiência criativa. Os resultados finais se transformaram em uma experiência única, abrangendo todos os elementos que tornam os ativos 3D em uma experiência de realidade aumentada verdadeiramente única.

Vídeo feito por Justin Patton e Vladimir Petkovic no Adobe Aero com ativos do Adobe Stock.

O final

Com os ativos estáticos e animados agora completos e disponíveis para os criativos usarem, estamos animados para ver os resultados. Quer você crie uma renderização em 3D no Dimension ou uma experiência animada no Aero, as oportunidades são infinitas.

Faça parte da nossa família de fotógrafos!

Leia também: A arte da natureza-morta


Adobe Stock Colaborador

Posted on 01-13-2020


Join the discussion